sábado, 11 de dezembro de 2010

Intitulavel

Entenda!
Eu te amo, Esqueça!
É apenas uma frase, Aprenda!
A frase pode trazer a felicidade, Mito!
A felicidade sem amor, Descubra!
O que o amor é capas, Desconfie!
Pois tudo pode mudar, lute!
Enquanto ha tempo, sorria!
Ainda é dia, chore!
ao se entregar ao amor.



Então Entenda Eu te quero, Aprenda Como isso é simples, Mito é Que você é incapas de fazer outros felizes, Descubra a felicidade que causa, Desconfie que o amor já tomou seu coração, Chore de emoção ou senti o amor, Sorria porque a pessoa que te faz bem sorri ou te ver então Entenda o AMOR que sinto por você.

(Diego Candido)

terça-feira, 26 de outubro de 2010

Antitese da vida

Deitado ou luar, Observando a lua minguante e a beleza da antitese da luz e escuridão descrita nela, assim como em meu coração a divisão entre o amor e o odio, pois todos os dias é posto diante de mim dois caminhos, dia a dia uma briga constante entre a minha vontade com a minha consciência entre meu amor e o ódio que quima em meu coração, porem O que fazer? como ouvir meu coração? se assim como a lua minguante ele esta sempre dividido, entre a luz e a escuridão.


(Diego Candido)

Dedicado a Renan Lucas

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

DISTANCIAS

Pode ate não aparentar mais quando to longe de você nada funciona a distancia entre dos corpos o quanto se pode considerar uma longa distancia? De um metro, Um quilometro, Um abraço, Ou de um olhar?! Sei que não demonstro, embora quando estou mais que um abraço de distancia nada consigo fazer, as notas somem do braço do violão, as teclas do teclado e se misturam e no contrabaixo as cortas se embolam, e as palavras fluem em minhas mãos, e a solidão vem visitar, pois quando estou perto na distancia de um olhar tudo volta a funcionar, a musica flui novamente, porem as palavras somem junta a solidão e sem querer fixo o olhar em seus olhos na esperança que você me note, na esperança que me leia como ler um livro e perceba cada palavra que quero dizer a vossa pessoa.

Que Meu sentimento por ti e mais claro que o lindo céu azul, mais profundo que o mais fundo abismo no mar e mais lindo que o por do sol visto da praia na noite de verão e mais intenso que a neve da mais alta montanha porem mais complicado que a imensidão do universo, porem simples como aquele sorriso quando percebe que estou te olhando.


Solidão parece estar sempre próxima quando os olhos não a encontram, na verdade eles sempre buscam a sua luz, me sentir perdido como se estive se tão longe de casa onde a tristeza afaga os corações desprotegidos no rio das lagrimas, e o medo aprisiona todos que perdem a coragem de dizer o que sente a pessoa amada, e o que fazer quando fica prisioneiro de você mesmo? Quando o coração esta parado congelado no rio das lagrimas aonde sua luz já não chega mais, entretanto quando sinto sua presença tudo a volta parece fazer sentido, tudo brilha tudo é musica a solidão o medo e a tristeza, se extirpam dentro de mim é tudo que tenho a dizer é que EU AMO VOCÊ
.

(Diego Candido)

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

Recomeçando

Meu mundo amanheceu,
O sol decepou as trevas,
O mar recuou e os pássaros voltam a cantar

Meu coração volto a bater,
Os olhos pararam de lacrimejar,
E o rosto volto a sorrir


Uma pessoa construiu e destruiu
E outra reconstruiu (só ainda não sabe disso)
Muito mais belo que antes,
novas cores novo perfume novo céu


Minha boca diz que é amizade
Mais o coração grita que é AMOR
Boca menti junto a mente
Enquanto coração diz a verdade pelos os olhos


(Diego Candido)

terça-feira, 31 de agosto de 2010

Confissões

Confesso que menti pra você e pra mim mesmo a cada dia que se perguntava o que sentia por você, a cada palavra a cada olhar, não quero mais mentir pra você não aguento mais a mentira que sai pela minha boca ou dizer que só quero sua amizade, quando na verdade quero ser mais que seu melhor amigo, sei que deve pergunta “mais por que você não fala a verdade?” Então era puro medo de dizer o que batia dentro de um coração despedaçado pela vida, talvez com isso só tenha te trazido um pouco mais de duvidas, embora quando você me olha me sinto transparente, pois quando me olha parece ver dentro de mim de uma forma pura e profunda mais tão intensa que me sinto sem argumentos, sem ar, sem chão, sem se quer alguma proteção me ler de tal forma que com seu olhar sabe tudo que quero dizer, o que mais me chamo atenção é que não consigo ler você, não sei o que pensa ou o que quer ou o que gosta o que e verdade ou o que e mentira, mas o que fazer agora tudo que eu fiz foi mentir com medo de sofrer de novo mais cada dia que passa essa dor a culpa de mentir pra ti e isso me sufoca cada dia mais e mais e tudo que fiz pra não chorar pra não sofre tudo foi em vão, pois mentir nunca traz a felicidade ela só traz a dor, fui bobo em acha que esconderia isso de você mais não posso esconder de você tudo o que quero confessar que o que disse foi mentira e queria te dizer a verdade mais me falta coragem pra dizer que gosto de você e quero ser mais que seu amigo.

(Diego candido)

quinta-feira, 29 de julho de 2010

Mar de mentiras

Como dizer algo? Que ninguém quer ouvir!

Como poder chegar perto de você? Se tudo que faço e correr na direção oposta! Como respirar? Se tudo que faço e me afundar cada vez mais no mar de mentiras!
Tudo a volta abafa minha voz tudo que digo e descartado tudo que escrevo e rasgado e tudo em que penso e roubado, a volto olho e não vejo nada apenas gelo e trevas ao meu redor, estou preso em alguma imensidão de vaco, já tentei usar muitas fermentas grita por socorro mais ninguém quer me ouvir, eu quis ir ate você, mas você não veio me salvar, eu quis respira mais você apenas me deu mais peso pra afundar, gritei a verdade mais todos acham a mentira mais atraente, gritei o que sinto mais ninguém se importou, gritei a vida mais me deram a morte, gritei por amor mais me deram o ódio, então o que fazer se tudo que tendo dizer avisar gritar ninguém quer ouvir preferem viver em um mundo de mentiras então em meu grito calado em lagrimas vejo o mundo se perder por não querer ouvir a verdade.


(Diego Candido)

segunda-feira, 26 de julho de 2010

Descriçao da Confusão

Muitos textos, muitos sentimento, muitas palavras milhões de madeira de descrever o que cada autor sente com varias formas de escrever, os românticos, os melancólicos, os alegres, os hot. Dentre outros estilos que se encontram, todos eles apenas tentam passar o que sente no momento, mas em momentos como esse não tem discrição perfeita, em quanto sua mente grita mentiras dizendo que esta feliz seu coração se cala, tentando realmente ser feliz, em quanto seu coração se cala tudo a volta some e a vida parece ter se acabado tudo parece ser o fim, porem se você olhar em volta de verdade vai achar pessoas que querem te ajudar e te fazer feliz, mas esta tão trancado em algum lugar do coração calado, e perdido em alguma esquina da vida que somos incapazes de ver isso, completamente cegos sem qualquer direção esquecemos de todo o resto, sim esse texto não tem nexo, não tem chão, não tem cabeça nem os pés completamente desconjuntado sem direção, saber pra onde ir qual a melhor forma de descrever meu sentimentos descrever o que sinto se não for um algo completamente sem forma e direção como esse. Em fim estou calado, estou mentido sobre minha felicidade e estou com o coração trancado e perdido em algum lugar da minha vida.

(Diego Candido)

segunda-feira, 19 de julho de 2010

Pontos de Fuga

Coisas vazias tende a congelar!
Um sorriso vazio gela um olhar gelado e vazio, um coração vazio e congelado mata. Um coração vazio torna tudo a volta vazio gelado e sombrio e tende a parar nesse mundo congelado, nesse bosque sombrio e solitário. Olhe para o final do bosque La próximo aquela arvore, a única que tem folhas, um ponto de luz, cor e calor Será que você reconhece sorriso ali? Olha agora na outra ponta do bosque ali próximo o rio, perto da única parte que não esta congelado, ver o outro ponto de fuga desse mundo congelado será que você reconhece seus olhos?
Agora ali perto da colina, a única onde os pássaros cantam, Sim mais um ponto de fuga desse mundo triste, será que você reconhece seu coração? Agora olhe no centro do bosque olhe bem esse sorriso e esses olhos e esse coração que esta aqui no centro o reconhece? Reparou como ele reagiu sua presença mesmo não podendo te ver sentiu você próximo a ele , mais observe as mãos o papel e o que nele esta escrito “Se ama diga antes que fique preso neste mundo, se você não se sente capaz de amar ou de ser amado não deixe o medo dominá-lo , pois sim tu és sim capaz de amar e ser amado todos somos capaz e digno do amor, se você acha que não faz a pessoa que ama feliz olhe de novo e veja que ele e muito feliz contigo, não ligue pra que os outros falem sobre você ou sobre seu amado ou sobre os dois escute somente seu coração, então deixe de ser boba e não entre nesse mundo e não deixe quem você ama entra diga grite fale o que sente e sempre fale o que sente por quem sente e não deixe seu coração vim parar aqui nesse mundo pois sai dele e quase impossível” então não chores ainda há tempo de tira-lo daqui e traze ele de volta a vida ou você não reparou que todas as portas de saída desse mundo esta em você, agora olhe mais uma vez os olhos congelados dele e os leia, leia o coração e a alma dele e você vera que ele ainda te ama, mais a decisão e sua o salvara desse lugar ou deixará aqui ate que outra tente salva-lo, sim também posso ver seu mundo e não está muito diferente desse e olhe a ironia ele Também e seus pontos de fuga.

(Diego Candido)

quarta-feira, 14 de julho de 2010

Ironias do amor

Eu tentei muitas vezes tentei explicar meu mundo, mas você nunca deu ouvido, tentei dizer tudo que sinto por ti, porem você não se importou, por muitas vezes eu fui ate você mais você sempre me deu as costas então cansei de ir ate você, mas veja a ironia agora você procura e não encontra você vai procurar o sorriso que marco os inícios das suas tarde e ele já não estará mais La, vai procurar o amor dentro de mim e percebera que não tenho mais o coração, vai procurar meu abraço e não encontrará então vai perceber que não estou mais perto de você, então a nostalgia dominará seu coração e a lembranças de um tempo que o sorriso sempre estampava seu rosto e a felicidade o seu coração e hoje você me procurar desesperadamente mais se toca que não estou mais perto de você, e vai se lembra de como era, de como eu tentei falar explicar quantas vezes eu gritei por você então a lagrima escorrerá seu rosto em um rosto que vai perceber que era feliz mais nunca soube e se arrependerá de um dia ter esnobado aquele que sempre te amou.

(Diego Candido)

sexta-feira, 2 de julho de 2010

Motivos pra sorri

Sempre me pergunto por que sorrimos? Então eu comecei a pesquisa sobre
e percebi que tem muitos tipos de sorriso, tem aquele que sorrimos quando estamos com vergonha, o que damos quando estamos
com os amigos, o que damos quando ouvimos uma piada, mas todos esses sorrisos tem como reproduzir, como fingir então eles não me interessa mais tem um sorriso em especial que não achei nos livros nem no google mais o via no rosto de algumas pessoas e tentei traçar algo incomum entre eles, ao invés de olhar os lábios olhei os olhos e achei a resposta não e apenas um sorriso era um sentimento, os olhos dessas pessoas transmitiam o amor, todas essas pessoas estavam apaixonadas, foi quando eu vi meu reflexo na vitrine de alguma loja e reparei que eu tava serio e continuei a andar até meu destino, me perguntando por que estava serio? E de repente você apareceu saindo do portão e instantaneamente esse sorriso apareceu em meu rosto, a e eu pude entender o porquê de todos aqueles rostos sorridente e percebi que o sorri na verdade e só um espelho do que se sente

(Diego Candido)

quinta-feira, 1 de julho de 2010

Mundos

Onde estou, que lugar e esse? Onde a ganância e o egoísmo reinam, será que esse novo mundo, mas o que aconteceu com o mundo de quando era criança, aquele colorido, feliz sem problemas, será que trocamos de mundo na medida em que envelhecemos, mas em qual momento deixei esse mundo, o mundo da minha infância? Quando foi que perdi minha inocência, quando foi que esse mundo colorido e feliz perdeu a cor e tudo fico tão triste? Mas tinha esperança, pois quando você chego era a luz, a cor e a felicidade nesse mundo egoísta, e contigo esse mundo voltar a ser como o mundo de minha infância. E hoje nesse mundo frio e gelado, triste e ganancioso no lugar onde sentimento algum importa, pois já estão todos contaminados pela ganância e pelo egoísmo, nesse mundo dos adultos onde se esqueceram da essência do amor, pois só o dinheiro importa e quanto mais melhor e sem importar como se ganha, não importa se foi honesto ou não, por que não importa o que você é sim o que você tem, pois nesse mundo dominado pelo dinheiro e regido pela ganância e o mundo que não quero mais viver.
(Diego Canido)

quinta-feira, 24 de junho de 2010

I hate you

Te odeio tanto,

Por te querer mais do que tudo,

E quer ser apenas seu,


Te odeio tanto,

Por não consegui para de pensar em ti,

E você ser tão boba e não ver o que esta a sua frente,


Te odeio por te amar mais que a mim mesmo,
porque quero sempre estar contigo no final do dia,

Odeio esse seu monopólio em meu coração
Odeio por não consegui te odiar


Que não consigo se quer ficar segundos sem pensar em você,

Odeio saber que cada sorriso meu e culpa sua,

Odeio todos os dias não consegui te esquecer

E odeio saber que você não esta aqui por um meu.

(Diego Candido)

quarta-feira, 23 de junho de 2010

A melhor coisa do mundo

É tão bom olhar pro céu azul e sentir a luz do sol no rosto secando as lagrimas, é ótimo sentir o das ondas quebrando na praia pela manha, e a noite ver a lua iluminando o meu caminho servindo de bússola pro meu coração, subir a montanha e abri os braços senti o vento pelo seu corpo e se sentir livre, respirar o ar pura da montanha enchendo seus pulmões e meu rosto de sorrisos, poder fechar os olhos e te ouvir dentro de mim, olhar pro lado e te encontra sorrindo e saber que você vai estar sempre ali, mas a melhor coisa do mundo inteiro posso dizer sem medo é acordar de manha e saber que eu te amo e saber que você também me ama e assim eu me sinto a pessoa mais feliz do mundo por isso a melhor coisa do mundo e ter você comigo.
(Diego Candido)

terça-feira, 22 de junho de 2010

Sorry

I'm sorry não sou o superman, não sou um robô sou apenas um humano comum que sente fome, frio, dor e amor, não sou perfeito sou suscetível a falhas como qualquer um, peço desculpa a todos que fiz chorar não foi por mal, só estava tentando te fazer feliz, porém não sei fazer ninguém feliz, peso-lhe perdão por meus erros, mas não posso prometer que não irá acontecer novamente, pois sou suscetível a falha como todos.

OBS: É melhor pedir perdão do que permissão!
Esse e pra vocês que acham que sou livre dos erros e dos sentimentos
não sou não! É pra vocês que acham que eu não sinto e os textos meus e uma mentira, pois escrever sem sentir e mentir, cada texto cada palavra e fruto de um amor ou de uma dor, sei que mantenho a posse como fosse inabalável, porem só tenho a consciência que nunca vou demonstra as minhas lagrimas nem a minha dor assim, e nunca darei meu braço a torcer e mostra o quanto dói cada decisão errada tomada.


(Diego Candido)

Memorias inacabadas

Lagrima, dor, e tudo sempre a mesma coisa no final do dia em meu quarto em minha cama, e tudo o que fica lá, ler todos os dias dizendo que você me ama e a mesma dor de uma facada em meu coração, feche os olhos e lembro-me da maldita frase "não tenho o que escrever, pois eu NÃO TE AMO MAIS" sim ainda dói depois desse tempo todo, te ver me faz ficar feliz meu o meu coração derrama as lagrima geladas, pois você não quer estar com ele, ver o como sou peça fora como não me encaixo e insistir nesse encaixe, já passou da hora de levantar e fugir, mas como fugir se a maior parte de mim esta em você, me vejo no caminho de dois caminhos um tem você, e o outro e escuro e sombrio, já fiz minha escolha, escolhi você, mas olha não me encaixo nesse caminho nessa vida, e acabo sendo jogado pra esse outro caminho que tem um rio de lagrimas congeladas, que congela todo os sentimentos do que passam por ele, eu sei que deve ser o melhor, pois se eu não sentir não vai dor a despedida mais quem disse que não quero sentir dor, quem disse que quero esquece você.

Não quero esquecer você não quero sair de você, Tudo que faço e te querer mais e mais, deixo meu coração me guiar e olha eu aqui de novo! Eu fico racional e olha eu aqui de novo. Por que qualquer caminho me leva a ti? "só queria te olhar e não sentir mais nada" quem dera fosse possível isso mais pra mim estar claro que é você quem eu quero estar pra sempre, porém essa decisão não e minha e sim sua, embora você já disse "só quero ser sua amiga" e eu volto a sustentar um sorriso que não existe, mas o que fazer a vida e assim dores sofrimento e a busca das respostas que não existe, mas aqui estamos mais uma vez coração batendo esse amor que tenho por você e a historia se repete só que dessa vez podemos mudar o final basta perder o medo de errar e sorri mais uma vez, só que dessa vez sem mascaras, sem a dor só o amor então já percebeu que eu te amo e é você que eu quero estar sempre por perto só que muito mais alem que seu amigo, e isso que eu grito quando você não esta ouvindo o telefone e isso que grito em um olhar, então como vai ser esse final dessa historia?

(Diego Candido)

quarta-feira, 16 de junho de 2010

Por que

Porque você me deixa tão solto, quando tudo que quero é me prender em seus braços?
Por que você tem que ir, se tudo que eu quero é ficar com você?
Por que você não está comigo agora, se tudo que preciso é que segure minha mão?
Por que você está feliz e eu não?
Por que quando fecho os olhos é você quem vejo e sua voz que ouço?
Por que não consigo tirar você da minha cabeça?
Por que você veio pra minha vida se não podia ficar?
Por que eu lutei até o fim e não conseguir ganhar?
Por que você se foi pra sempre se na minha cabeça você ainda está?

(Ruis Sodré)

terça-feira, 15 de junho de 2010

Vontades

Às vezes quero sumir e às vezes quero morrer,
às vezes não vejo o amor em seus olhos e às vezes nem te vejo,
às vezes quero correr a te você e às vezes quero core de você,
às vezes quero chorar e às vezes quero sorrir,
às vezes só quero te amar e às vezes quero te odiar,
às vezes grito o que sinto e às vezes eu me calo,
mais sempre sempre que você chega perto meu coração dispara
e eu choro de quando sorrio, sumo no brilho de seus olhos
vejo um futuro feliz com você e vejo que tudo me leva a você,
por mais que tento fugir,
mas sempre sempre mesmo eu quero estar com você.


(Diego Candido)

Solidão

Com um rombo no lugar do coração,
as lágrimas escorem meu rosto,
o frio me abraça, e o medo me guarda,
tudo a volta fica escuro e tudo que escuto
e o silencio da sua voz a me chamar dizendo
que não te tenho mais perto de mim
e tudo que eu grito e abafado pelo orgulho,
pois em um olhar no meio da escuridão vou tendo dizer
o quanto Te amo.


(Diego Candido)

Bastidores

Vivo em um mundo de sombra e silêncio por traz das câmeras e holofotes atrás das cortinas onde tudo acontece, pra o espetáculo de uma vida acontecer onde um lugar eu falo pra eles, atores, como falar, e pras estrelas como reagir a cada palavra, dito as regras do jogo, falo quando começa e como termina, dito a moda, ensino as reações, mentiras e verdades ditas no palco da vida, conserto corações dos que amo e espedaço dos que odeio, sim sempre frio, sempre sorridente, sempre feliz, pois nunca saberão quando e verdade ou quando e mentira, mas sabe o que eu falo e o que se faz no palco pois vivo nos bastidores da vida, organizo tudo e todos, porém a o meu show que não sou capaz de dita as regras, de consertar meu coração e me vejo sem rumo, pois sempre vivi no mundo escuro atrás dos holofotes mais agora ser estrela do show todos me olham todos me apontam todos agora me conhecem, mas eu me vejo sem rumo, sem ninguém nos bastidores da minha vida.

(Diego Candido)

segunda-feira, 14 de junho de 2010

No ônibus

todos os dias de manha indo pra um lugar qualquer entram no ônibus em uma viagem sem fim e olho dentro dos olhos de cada pessoa e tento descobri a historia de cada uma delas e de repente um menina olha pela janela com um olhar de tristeza, olha o seu e ver a chuva caindo, e a temperatura descendo, e a expressão de será que estou tão triste que da pra perceber essa tristeza será que a chuva e o frio e culpa minha pela dor que carrego em meu peito? Mais logo esqueço e para de pensar na historia dela, e contemplo uma criança de birra porque não queria ir pro colégio, e uma mãe chateada com os problemas da vida a trouxe, e pelo retrovisor vejo um menino parecido com alguém que vejo todos os dias atrás de um reflexo, e me faço à seguinte pergunta quem e esse rosto que vejo todos os dias, e nos olhos dele tem um ar de superioridade, mas por quê? Ele e igual a todos ali dentro, esta de bico como a criança que não quer ir pra escola, esta chateado com os problemas e se pergunta se a chuva e o frio e culpa do coração dele, por que ele e capas de ver isso nos olhos de cada um, e por isso se acha melhor, e me vejo diante dele e percebo que nos meus olhos ele ler o seguinte "hey você e maluco você e igual a todos" ele sorri e diz sim sou igual a todos mais jamais vou assumir isso porque não vou desisti dos meus sonhos que sonhei essa noite, ate que chego a meu destino eu saio do ônibus e percebo que sim todos nos temos problemas, mas porque vou para e achar que os meus e maior que os deles, não são e como o menino do espelho disse pra mim que marco, “sim tenho problemas” não sou perfeito, porem não vou assumir isso e nem vou desistir do sonho dessa noite, não deixarei o medo e os problemas me vencer, pois eu já venci só to a espera da minha recompensa pois o tempo e só uma ilusão.


(Diego Candido)

Som do coração

Esse é o som que sai de minha alma quando estou perto de ti,
uma nota, uma batida, um solo, um brilho, um sorriso,
você também escuta essa musica que meu coração canta pro seu
na distancia de um abraço! a canção de 3 palavras dizendo "Eu te amo"
será que você também sente essa musica quando estar perto de mim?
Será que ouve a musica que meu coração canta pro seu? O seu sorriso
e os olhos brilhando seria um sim, que a musica não é só em meu coração que canta, mas os nossos cantam junto a mais linda historia de amor.

(Diego Candido)

domingo, 13 de junho de 2010

Em quanto o mundo gira sem parar

Em quanto o mundo gira sem parar,
pessoas nascem e morrem a cada segundo,
coisa são destruídas e construídas a cada minuto,
mas você esta aqui comigo.
Em quanto o mundo gira sem parar,
tudo acontece a minha volta, mas eu só vejo você
na brisa do bosque, a sorri pra mim,
sua voz sussurra com o som do mar.
Em quanto o mundo gira sem parar,
e coisas ruins e boas acontece,
mas o tempo parece não passar,
pois o meu mundo esta paralisado no brilho do seu olhar.
Em quanto o mundo gira sem parar,
e pessoas param de acreditar no amor,
entretanto meu coração ainda dispara ao te sentir aqui comigo
e eu sigo te amando em quanto o mundo gira sem parar.

(Diego Candido)

Humano ou Robô

O que eu sou? Será que sou uma pessoa comum como qualquer um? Então por que sou tão frio e calculista? Por que sinto a engrenagem e não um coração? Será que eu sou um robô? Então por que reajo com seu toque e seu beijo? A sua voz em meu sistema, paralisa seu rosto me fazeu perder os sentidos como um Humano, mas se sou um Humano por que não acho como tal? Com o ódio, rancor, será que em meu programa não foi feito pra sentir? O que será isso um vírus em meu sistema chamado amor? Isso e novo meu sistema que luta contra isso mais a engrenagem paro e pra minha surpresa não morri quando olhei em mim percebi que a engrenagem paro, porém apareceu uma nova bomba será que ela que e o amor mais pra que serve? O que e isso que esta acontecendo comigo? Será que estou deixado de ser um Robô? Ou pior será que deixei de existi? Por que você também esta gravada nessa bomba? Será que essa bomba e sua? Por que agora reajo ao seu Beijo e ao seu toque? Quem me reprogramo? Será que a fada azul e real? Será que hoje sou um Humano que sente esse vírus que se chama amor? Mais se sou humano por que só sinto isso por ti? Será que a frase mais banalizada e real? Será que eu te amo? Se não for amor? O que e isso que tenho nessa bomba chamada coração? Por que bombeia mais forte com você perto? E parece que vai explodir quando a sua luz chega ate meus olhos? Por que tudo são pergunta? alguém pode me responder? Será que algum físico no clear vai poder me responder o que é o amor? Ou devo procura algum poeta? Será que alguém nesse mundo de humanos poderá me responder? O que é o amor e por que só sinto por ti? E por que meu sistema só funciona contigo por perto? Será que é amor de verdade? Será que eu te amo, mas como amar se seu um robô? Ou será que a fada azul existe? E hoje sou um humano.
(Diego Candido)

sábado, 12 de junho de 2010

Fogo Gelado

Tudo que tenho a disser você sabe tudo que tenho a fazer já fiz tudo que tinha que chora já chorei, hoje tudo que resta são destroços de um ser destruído por um sentimento instável que quando esta no começo só traz a felicidade, mas quando esta acabando, se perde ele explode, causa dor e sofrimento, pois ele é como a fênix assim depois que ele se consome em fogo renasce das cinzas em um dos corações, mas apesar de queimar um sentimento em mim, e um fogo gelado que faz meu coração chorar e se congelar em suas próprias lagrimas, assim preenchendo esse vazio em meu ser.

(Diego Candido)

sexta-feira, 11 de junho de 2010

Dias Estranho

Tem dias q eu olho o céu e ele esta azul e quente e o céu me diz esta tudo bem vai dar tudo certo, mas tem dias que olho o céu e vejo a chuva e ele me diz pra desisti de tudo, com isso percebo que todos temos dias bons e dias ruins, mas o certo a fazer não vai ser olhando o céu ou os outros e sim olhando pra dentro de nos e quando olho pra mim vejo a cena que me tira um sorriso, me faz derrama as lagrimas, e me faz lembra que eu já sei o caminho já achei a pessoa certa basta perder o medo e me jogar mais uma vez, e lembro que eu a amo, e algo dentro de mim diz que dessa vez eu não amo sozinho, e lembro que estou muito feliz só isso que não vejo pois me preocupo com o que o céu tem me falado e não com o que meu coração fala e ele não só fala como grita EU TE AMO!

(Diego Candido)

Mundo dos ditadores

Que mundo e esse onde eu vivo que não e o meu, onde as pessoas me olham de lado como se fosse alguma aberração que tem receio como se tivesse uma doença contagiosa, pessoas que toma as decisões da minha vida, esquecerão que sou perfeitamente capaz disso, me tratam como um robô que e incapaz de pensar e agir por si próprio, esquecerão que sou um humano que sente ama e pensa, sei que posso ser ferio e tudo mais, porem não deixo de sentir um coração dentro de mim, me pergunto o que da direito a uma pessoa a decidir por mim? O que da direito a pessoa fazer as coisa sem antes pergunta se e isso que quero? Como a pessoa pode falar que eu não amo que eu não sinto que vou estar melhor ali e não lá vou ser feliz com A e não com B será que alguém pode me responder o que da direito a pessoa fazer isso? Só quero lhe informa que eu SOU UM SER HUMANO capaz de tomar minhas próprias decisões, que amo e que sinto, e me dói ver tudo o que acontece a minha volta nesse mundo que vivo que não e o meu.

obs: eu sei o que quero e não preciso que ninguém tome as decisões por mim!


(Diego Candido)

quarta-feira, 9 de junho de 2010

Sentimentos

Sem dor sem choro
sem amor sem coração
assim volto à estaca zero
a espera de uma nova fonte de amor.
Frieza e lagrimas
foram o que me deram forças
pra reiniciar o sistema de um robô
hoje sim volto a ser aquilo
que conheceu há um tempo
Amor e paixão
acham que desconheço sentimento tal
inventando pelos poetas e cineastas
pra te mostrar o quanto sua vida e ruim
Sofrimento e dor

não sinto mais, porque não tem um pra que e nem um porque
não tenho motivos pra chora nem pra sofre pois
pra que derramar lagrimas por alguém que não te ama.


(Diego Candido)

Coração selado

O coração sangra, os olhos choram a rosa em minha mão e esmigalhada
o sangue escorre pelas minhas mãos e caem no chão, você olha nos meus olhos e não enxerga a mascara e sim dentro de mim e ver escuridão e solidão ver a frieza de um ser com o coração despedaçado como a rosa, frágil como as pétalas, e ver uma parte do coração intacta e ver que e a parte mais agredia e ver os sete selos que não podem ser deslacrados, pois lá tem a inscrição AMOR PERFEITO, como a caixa preta de um avião isso e indestrutível porem não consigo acessar, pois a chave não está mais comigo.

(Diego Candido)

terça-feira, 8 de junho de 2010

UTOPIA

Caminho em campos verdes lindos em um dia perfeito, mas a solidão sempre em minha volta, e me pergunto onde estão todos que não estão nesse lindo campo verde pasto nesse dia perfeito, onde estão todos? Eu os vejo porem não os sinto, pois ao meu lado onde você deveria estar não te encontro, por isso estou sempre sozinho, e a cada pessoa que se aproxima de mim eu procuro você dentro dela a cada pessoa que passa eu te procuro a cada rosto desejo que seja o seu a cada voz toque a cada suspiro eu queria que fosse você não posso dizer que estou feliz, pois não posso mais mentir não posso mais fingir algo que não sou, pois você sabe a verdade sabe que não sou isso que aparento, e mega estranho eu procura você dentro dos outros, mas me sinto solitário caminhado por estes lindos campos verdes sem você.




(Diego Candido)

Mascara do palhaço


Depois de um grande amor sempre vem à grande dor, e depois da dor se não vim o amor vem o solidão na solidão se sofre mais se a solidão chegar e a não tiver dor você para de escrever para de ser gentil para de ser você mesmo, Pois se não tem dor e porque a mascara de um palhaço foi posta sempre sorrindo mais por dentro chora sem deixar ninguém ver.

(Diego Candido)

A procura

Completamente sem forma de escrever, sem jeito com as palavras, não tem mais amor pra escrever, não sei ser romântico, pois to cheio de nada, não bate um coração, não tem um amor não tem uma dor, não tem nada.
Será que Morreu o poeta em mim, pois acho que não preciso mais dele mais já não sei viver sem ele eu quero que ele volte pra eu poder voltar a ser como era antes. O romântico, o sensível, mais as dores foram o fazendo morrer dentro de mim e aparecendo o OUTRO que nem eu conhecia e não o quero, quero ser o sempre só que o de sempre fico pra trás, o de sempre fico em meu passado do lado de uma pessoa que muito amei pois o de sempre sofre por ela mais o novo não tem tempo pra chorar por uma menina que não o quer.
Mais eu quero ser o de sempre, sofrendo, amando pelo menos vou ser EU mesmo sem proteção que por ela as ergui, que droga só quero ser eu de novo
preciso achar alguém que entre em meu coração e me faça voltar a ser o romântico de sempre.

(Diego Candido)

sexta-feira, 28 de maio de 2010

Decadencia do poeta

Uma vez FROIDE disse: "Pra cria o criador deve passar por uma angustia”
e muitos dos Poetas famosos e renomeados, muitos dos compositores falam que pra escrever deve ta triste ou feliz em excesso, sofrer por amor, ou viver uma linda Historia de amor pra escrever algo que preste, mais me diga como fica uma pessoa que tenta se expressar mais não consegue uma pessoa que estranha pelo fato de ate pouco tempo atrás era capaz de demonstrar por palavras o que sentia não tudo o que sentia, pois o amor que um dia hábito esse coração era incapaz de ser descrito, e hoje fica horas sentado com a caneta e o papel mais não consegue escreve uma palavra se quer mais você deve ta ser perguntado por que ele não escreve se sofre por um amor? Por que ele não escreve o que sente? E por que ele já não sofre mais, não sente mais é por isso por isso que não escreve, uma pessoa que um dia teve um Dom de escrever perdeu em algum lugar no coração de alguém que arranco o dele, e hoje ele não consegui mais escrever nada a não ser como se sente um idiota por perde o dom por uma pessoa que ele não tem certeza se um dia o amou, uma pessoa que um dia foi especial hoje e tão normal como qualquer um em sua volta.

(Deigo Candido)

Desisto

De mostra uma força que não tenho
De falar que não dói que não sinto nada
Que simplesmente nada aconteceu

Desisti de tentar esquecer uma coisa marcada em meu peito
E tentar conviver com a dor e espera pra que um dia pare de doer
Desisti e tentar fingir que não sinto nada por ti

Pensei que fosse capaz, porem não sou
Confiei em mim mesmo, mas esqueci que só o tolo confia em sua própria força
E tudo que fiz foi ver o quanto fraco sou
O quanto dependente sou

Por que desisti agora? Depois de anos lutando
Percebi que nada sou
Eu acordei e puis os pés no chão
Descobri que sou normal e não o super man

(Diego Candido)

sábado, 15 de maio de 2010

Desventuras da vida

Tão protegido e tão desprotegido, tão alegre e tão triste, tão carinhoso e tão desprezível, tão sorridente e tão choroso, tento me esconder atrás de máscaras que já não ficção em meu rosto, tento me proteger mais as minhas proteções foram com você, tento me esconde e te esquecer, mas só apareço e me lembro mais de ti, já não sei o que fazer pra voltar ou normal voltar a ser a pessoa de sempre, mas já não quero em esconder não preciso embora tenha medo de me magoar pois sem proteção fico a mercê da sorte, contigo ficava vulnerável e protegido, mesmo triste sorria e quando chorava estava alegre quando tava sentido ódio era porque não estava perto pra mim poder amar-te e quando achava que não aguentaria, você me segurava, mas agora isso tudo é apenas a lembrança é tudo o que resta no final uma simples lembrança e uma imensa marca e dor em um peito vazio sem um coração.
(Diego Candido & Felipe Aguiar)


sexta-feira, 14 de maio de 2010

Jardim do Coração

O Dom é como uma flor que floresce no coração, o dom que floresceu em mim quando você apareceu e esvaeceu junto a ti, te procuro em ou meu redor, mas não encontro, busco a razão pra escrever em meu coração porem não o encontro, procuro um motivo racional pra escrever, mas não o encontro, pois um texto só pode ser belo quando vem do coração, embora agora que não tenha mais o meu, pois se perdeu em algum momento ao seu lado, por isso a flor que fazia escrever já não encontra motivos para florescer.

(Diego Candido)

quinta-feira, 13 de maio de 2010

Grito Calado

Eu ainda me pergunto se um dia terei coragem de falar aquilo que bate em um coração ensanguentado, por que toda vez que olhos nos seus olhos a vontade de gritar o que bate aqui? Porem medo de gritar é mais uma vez vencido pelo medo me dói saber de tudo o que acontece dói mais ainda em saber que você liga pra coisas que desprezo, você gosta de coisa que eu odeio, somos tão diferente e tão próximos admito que lutei muito contra isso, admito que me jogaram pra ti, mas eu simplesmente falei não por te achar super nojenta, chata, e bla bla bla mais eu finalmente te conheci vi que estava enganado, mas será tarde pra falar tudo? Ao ver que você sabe cada burrada minha, me conhece mais que eu mesmo você olha pra mim e sabe que aconteceu algo e é assustador isso mais mesmo assim cada vírgula de minha vida faço questão que saiba, sempre ler meus textos mal sabe que a grande maioria posso dizer os melhores são feito pra ti, será que nunca percebeu isso? No fundo eu sempre soube mais nunca quis saber o que sentia por você mais como sempre fecho os olhos pra meu coração e sufoco acho que você deve perceber quando do nada em afasto de ti e do nada corro ate você, e a tentativa de sufocar a resposta e a fazer-la ser mentira, mas já não da mais não aguento esconder isso, mas sei se um dia eu falar pode ser fatal, mais o medo que aconteça com você como sempre acontece eu magoando os que amo tem o medo de dizer pra você que EU TE AMO mais que um amigo, mas não da com medo de não poder ser mais seu amigo ou de estar perto de ti e mais assustador do que ver-te com outro, palavras de um coração que não para de sangra por medo de ser feliz.



(Diego Candido)

sábado, 8 de maio de 2010

Não existem palavras pra demonstra todo que sinto


Não preciso dizer todos os dias, nem te abraçar todos os dias,
pra que saiba disso pra falar a verdade não precisaria dizer um dia se quer porque você saberia só de olhar em meus olhos, pois palavras são apenas palavras, te dizer "TE AMO" e fácil demonstra que é isso e o difícil,
por isso todos os dias faço questão de demonstra isso a ti.

Nem e preciso dizer da saudade, pois como alguns dos poetas famosos disseram "quem inventou a distancia não conheceu a saudade" você não tem noção da falta que faz em meus dias, a falta faz de perturbar, esnoba, perturbar, brincar, perturbar e perturbar como sempre foi, apesar de tudo sabes que faz parte de minha base da minha válvula de escape uma pessoa que eu pararia o mundo por ti, sabes a falta que faz nos meus dias?


A falta como o peixe sente da água, como da água sente do vento e do cervo do chão, como você
e eu sentimos da net [euri], e como tenta equilibra um tripé sem um dos pés e mais ou menos assim a falta que faz, mas mesmo assim essas e muito maior que isso, como em um dia de sol sem você vira chuva, uma noite quente sem você se torna fria, posso ta rodeado mais sem você estou só, pois você e tudo que um primo um amigo um irmão precisa.



Dedicado a Stefany candido


(Diego Candido)

Conto de Fadas


Ele sonha acordado com um mundo melhor, com um conto de fadas com a princesa presa na torre mais alta rodeadas de dragões mágicos, e ele acha essa princesa e luta com os dragões e escala a torre mais alto atrás dela mais quando ele chega ele acorda e ver que tudo isso só servil pra ele para em cima do precipício, viu que os dragões não era pra dificultar a chegada do príncipe mais pra protegê-los dela, para não deixar ela fugir, mas depois dele estar completamente decidido a liberta ela e mostra o novo mundo a ela, ele acorda cai em si e ver a merda feita que liberto a parte que ele não conhecia, que tudo estava ali impedindo era ele mesmo era o coração dele e a mente em um trabalho conjunto pra preservar o bravo príncipe destinado a salvar a princesa mais quando percebeu que era um erro fazer isso ele acordou e viu a princesa diante dele que roubo seu coração e o deu as costas com um sorriso de mais um que eu tenho, só que ela não percebeu que ele implantou nela em um novo mundo em um mundo de lagrimas que ela e tão mortal quanto qualquer uma a volta dela, que não consegue sequer mais respirar e percebe que seu coração não estava mais no lugar mais na mão do príncipe morto no chão e morreu junto a ele toda a chance de amor e sincero da princesa e ela tenta voltar ou mundo de sempre ou conto das fadas com seus poderes mais de um sonho quebrado ela corda e não consegue mais dormi ou ver a destruição causada por ela e chora por não saber o que fazer agora no mundo real se ver solitária em um mundo que não para de chover e percebe que não a mais nada a fazer e terá que aprender a viver sem o coração, sem o loco do príncipe que a resgatou pra o mundo real e sem a pessoa que amou de verdade, sem saber como trazer a vida pois seu coração estava podre junto o dele e tudo que ela lembra era como foi o momento de conto de fadas com ele e se arrepende em não ter deixado ele se aproximar e não ter dito toda a verdade desde inicio.

(Diego Candido)

quinta-feira, 6 de maio de 2010

A Vitoria

sempre reclamos que ta difícil que não agüentamos mais a dor e a luta do dia a dia, a preção e bla bla bla, e esquecemos que a graça ta toda na dificuldade, imagina se fosse tudo dado de graça? Como seria se tudo fosse assim simples sem, lutar sem batalha? Teria algum valor às coisas? Não, não teria porque tudo que vem fácil vai fácil, não ligaríamos pra isso, porém não foi difícil uma vez um homem um DEUS há uns 2000 anos atrás um chamado JESUS CRISTO conhece? Então ele mesmo o que foi 100% homem e 100% Deus ao mesmo tempo aquele que veio pra morrer por mim e por ti, pra que hoje fossemos livre? Aquele que deu sua vida pra pagar pelos meus e pelos seus PECADOS ele que não teve pecado ele que não teve culpa, mas morreu por nós sim ele desse uma vez assim “No mundo tereis aflição Tende bom animo, pois eu venci o mundo, e aquele que for fiel a te a morte darti-ei a coroa da vida" e ninguém nunca disse que seria um mar de rosas, lute brigue conquiste mais não com suas forças, pois só o tolo crê em sua própria força, nos não somos anda sem ele crê nele que o resto o farra lembre se que a luta nunca e maior do que possamos suportar o dia e sempre mais escuro antes de amanhecer.
Sempre que achar que não da mais lembre se do seu pai "papai do céu" então ele mesmo ele esta te vendo e ele sabe o porquê dessa dor, procura nele e na palavra dele a resposta, pois lá ta toda a verdade da vida, porém você tem que lutar suportar pra ganhar a vitoria, não a vitoria aqui e sim a maior vitoria de todas a cora da vida, pois lembra do que ele disse? Então faça isso valer em seu coração e confia nele, pois ele e a chave pra tudo, ele e a esperança a vida e sua vitoria dele que vem a sua paz e nele que achara tudo o que precisar ele vai te dar e só ser se fiel a ele, pois ele não daria a vida do seu filho se não acreditasse em nos, se não tivesse um propósito pra isso então vamos ser fiel a ele? Pois só assim a vitoria vai chegar e vai ser a melhor de todas.


(Diego Candido)

Missão impossível

Tenho a sensação que meu chão esta acabando, e o mundo desmoronando, quando olho em volta não encontro nada, apenas estranhos que me cercam e faz que me sinta solitário, pois estou sozinho no meio da multidão que desconheço, começo a sentir meu mundo voltando a ser sombrio e congelado com fora meu coração em outrora fico desorientado olho ou me redor e não te encontro tudo ao meu de redor é apenas a escuridão e o silencio, que ecoa pelas ruas desse mundo que tento fugir, mas por mais que eu corra meu passado sempre chega e volta a ser apenas frio e chuva em um coração tentando ser feliz, fazer o coração bater e o rosto sorri, mas isso parece cada vez mais uma missão impossível
(Diego Candido)

segunda-feira, 3 de maio de 2010

Um pouco de mim!


Você me olha e ver uma pessoa simples e não da nada por mim, pois só pode ver o que todos vêem, pois não e capas de olhar meu coração, você não é diferente como pensa é igual a todos preconceituoso incapaz de ver além de um rosto, pensa ser algo mais adivinhava você não e nada, acha ser bom mais não e melhor que ninguém, e ainda tem coragem de me apontar e falar dos meus erros? Será que não ver suas falhas? Ou fala dos meus por quer ser igual a mim mais sabe que no funda jamais ira conseguir ser eu, você me olha aponta meus erros pra se sentir melhor e pensa "aaa ate ele erra" mais esquece que eu também o um humano não sou nenhum superman desculpa decepcioná-lo, ou melhor, desculpa não, pois nunca quis te impressionar na verdade nem sei quem é você, pra mim você e apenas mais um na multidão que deseja ser como eu seu, pois não sabe nem a terça parte do que ser eu olha e se pergunta por que ele chora quando todos sorriem? E rir quando todos choram por quê? Será que ele ta feliz ou triste? Nunca ninguém sabe, pois você não e melhor que ninguém, não pode ler meus pensamentos e ver meu coração assim como eu vejo o seu, se um dia me conhecer como eu sou de verdade por traz dessas mascara que ver todos os dias talvez quem sabe você desista de ser eu, vai ser que sou tão normal quanto qualquer um, com alguns DONS deferentes e alguns poderes que adquirir em minha jornada, mas contente se aposto que não aguenta nem a metade das coisas que eu passo não suportaria a preção que suporto e não faria como eu faço, não sou o melhor do mundo pois não sou diferente de você, só que não tento ser ninguém e não copio ninguém eu sou eu assim você goste ou não, não importa o que você fala de mim pois eu nem o conheço, sei que você já deve ter visto eu acenando pra você ou sorrindo pra você, mas provavelmente seria pra pessoa atrás de você, ou era simples educação de perceber que não para de olhar pra mim, e que tudo o que quer e estar em meu lugar mais isso e impossível pois não suportaria isso, quem sabe um dia você me veja sem mascara e me conheça um pouco melhor, porque na verdade ninguém me conhece de verdade.

(Diego Candido)

domingo, 2 de maio de 2010

Bipolaridade

Mais uma noite sem coragem de falar aquilo que pulsa aqui dentro, por medo que a razão não ultrapasse a emoção, nada que eu faça tira você dos meus pensamentos, mais nem sempre esta em meu coração, ao menos do lado do amor, parece ser um amor e ódio, parece um amor bipolar, um amor que não quero viver no mesmo tempo quero me jogar aos teus braços, eu quero ver você e não quero te ver, por mais que eu lute pra não viver esse amor quando fecho os olhos e você que vejo e a sua voz que quero que cesse o silencio da minha vida, mais sei que a razão não pode ultrapassar e emoção, não posso negar que seus beijos e seus abraços são os melhores, mas não sei se quero viver esse amor, a razão não me deixa arrisca nesse jogo do amor mais quando to contigo e a emoção que fala mais alto, acho que te amo mais não quero dizer isso.

(Diego Candido)

sábado, 1 de maio de 2010

Dúvida mórbida

Sentado na beira da cama com os pulsos ensanguentado, com a dor insuportável quase tão grande como a dor que o coração sente ou ver a dor que causa nas pessoas que o ama ou ver que tudo o que se faz e fazer as pessoas chorarem e cada vez mais a lamina da navalha fica mais atraente, o sangue fica mais saboroso e a dor parece não doer, o sangue que escorre pelo pulso tão frio e gelado que se percebe o quanto um coração esta congelado é como se não pulsasse mais esse coração entristecido, um rosto um impossibilitado de sorrir, um olho incapaz de chorar um coração incapaz de bater, um ser inábil de fazer aqueles que o ama feliz, uma pessoa completamente fria que sou que faz burrada por não conseguir sentir nada, um morto vivo que ama e não consegue fazer a pessoa amada feliz, e por isso prefere ficar morto de vez sentado na beira da cama com seus pulsos abertos.

Dedicado à Duda Chan
(Diego Candido)

Arco íris nublado

Olho pra o céu e vejo o arco Iris, mas não tem mais sete cores e apenas nevoa e neblina, e a chuva começa a cair, vendo tamanha tristeza que habita em um coração, tristeza causada por um medo de abri o coração e deixar o sol entra medo de ser feliz medo de assumir aquilo que ele esconde de todos, mas quando olha pra ela sua amada se abre um feixe de luz, que desfaz a neblina e por algum motivo ela consegue destruir todas as suas barreiras e chega ate aquilo que chamam coração, e consegue arrancar um sorriso de um rosto oprimido.

Dedicado a Lipe Aguiar

(Diego Candido)

Como não amar você?

Como não ficar encantado por uma pessoa sim como você? Que veio de mancinho e quando percebi estava completamente apaixonado, me lembro do quanto lutei pra não me apaixonar por você, só que percebi que não podia lutar contra isso, porque eu já estava apaixonado por ti, e a cada dia que passa mais quero estar contigo, e ser seu, sei que ninguém e perfeito, mas você me equilibra, seus Defeitos(que ainda não achei) se encaixa perfeitamente em mim e se torna qualidade e as suas qualidades são inenarráveis, sei também o quanto somos diferentes, duas metades de uma laranja que se ajusta a outra sim duas metades de uma só laranja, a diferença que harmoniza, como diria alguns físicos “os opostos se atraem”, somos sim deferente com o encaixe perfeito.



(Diego Candido)

Sempre vou amar você

Você vai se mudar e se afastar fisicamente, não tem como negar que vou ficar triste, pois as lagrimas e a saudade vai ser inevitável porque como não sentir saudade de alguém que amamos, de uma prima, ou melhor, de uma irmã, todos nossos momento felizes, tristes, brigas e reconciliações estariam pra sempre guardado em minha memória, sei que logo vamos estar juntos outras vez, como já te disse algumas vezes "não importa a distancia o nosso amor vai nos manter sempre pertos" e cara como em um dia ensolarado de primavera você estar tão presente como o vento que apesar de não ver eu posso sentir, você sabe tudo o que tenho a te dizer, (telepatia dos Candido mesmo eu não falando sabe o que sinto) e vou te dizer isso da forma mais simples e verdadeira possível, EU TE AMO MINHA PPG!
Dedicado a Stefany
(Diego Candido)

quarta-feira, 28 de abril de 2010

Romance Utópico

Aquele legítimo sentimento de insatisfação...um breve flashback daquilo tudo que já vivemos e viveremos, as certezas e as dúvidas,os enganos e os acertos, as verdades e as mentiras. O sonho ou a desilusão, o carisma ou a antipatia. A verdade é que vivemos com o único objetivo de nos compreendermos. Você já parou e notou quantos conselhos já damos para amigou ou familiares? Mas você já reparou que sempre damos uma de "psicólogos e "éticos"? E concretiza você já percebeu que erramos exatamente naquilo que aconselhamos? Pois é, o fato é que enxergamos os problemas dos outros, e nunca os nossos. Com a mesma facilidade, apontamos defeitos, criticamos severamente e desperdiçamos blasfêmias...
Talvez nossa única e maior utopia é crer em algo insólido,imutável,incerto,mas que ao mesmo tempo nos conforta. Você conhece o amor?Aquele sentimento indescritível caracterizado principalmente pela nossa incapacidade de caracterizá-lo. responsável por nos levar ao mais profundo tártaro, e no segundo seguinte nos guiar ao mais complexo nirvana. Aquela sensação de escuridão com clareza, de calor frio, de imensidão pequena, de voraz pacifismo,de incerta certeza,de clara dúvida, de longo paradigma temporal,de preencher o nada, de nada preencher o todo.
ouvimos falar do amor como algo inexplicável,que alguns atingem e outros esperam a vida toda para encontrá-lo...mas não conseguem. Sabemos que não é definível, não há etnias,o amor não tem raça,idade, sexo, tamanho,intensidade,hora e nem local...ele surge inesperadamente como uma força avassaladora que nos abala e deixa-nosescravos das sensações.
Certa vez pensei ser incapaz de senti-lo...achava não ser capaz a de encontrar alguém que me causasse aquele "bakc", aquele brilho nos olhos, o merecedor de suspiros infundáveis. A verdade é que o amor é algo utópico,um sonho,algo imaterial que imaginamos ser inalcançável; mas se o amor for uma mentira,desejo ser enganado,se for uma verdade, quero conhecer os prós e contras sem arrependimento, se for um sonho, quero adormecer eternamente...

Se for uma ilusão, desejo ficar preso nesta miragem para sempre, se for uma dúvida, quero desvendá-la contigo, se for uma certeza, eu já a conheço: Quero poder despertar todos os dias com a única certeza de que EU TE AMO, pois nada mais importa, contigo não tenho medo de arriscar, por ti vale o maior dos sacrifícios e por nós vale a eternidade...e que este seja o nosso romance utópico.

(luiz paz)