sábado, 8 de maio de 2010

Conto de Fadas


Ele sonha acordado com um mundo melhor, com um conto de fadas com a princesa presa na torre mais alta rodeadas de dragões mágicos, e ele acha essa princesa e luta com os dragões e escala a torre mais alto atrás dela mais quando ele chega ele acorda e ver que tudo isso só servil pra ele para em cima do precipício, viu que os dragões não era pra dificultar a chegada do príncipe mais pra protegê-los dela, para não deixar ela fugir, mas depois dele estar completamente decidido a liberta ela e mostra o novo mundo a ela, ele acorda cai em si e ver a merda feita que liberto a parte que ele não conhecia, que tudo estava ali impedindo era ele mesmo era o coração dele e a mente em um trabalho conjunto pra preservar o bravo príncipe destinado a salvar a princesa mais quando percebeu que era um erro fazer isso ele acordou e viu a princesa diante dele que roubo seu coração e o deu as costas com um sorriso de mais um que eu tenho, só que ela não percebeu que ele implantou nela em um novo mundo em um mundo de lagrimas que ela e tão mortal quanto qualquer uma a volta dela, que não consegue sequer mais respirar e percebe que seu coração não estava mais no lugar mais na mão do príncipe morto no chão e morreu junto a ele toda a chance de amor e sincero da princesa e ela tenta voltar ou mundo de sempre ou conto das fadas com seus poderes mais de um sonho quebrado ela corda e não consegue mais dormi ou ver a destruição causada por ela e chora por não saber o que fazer agora no mundo real se ver solitária em um mundo que não para de chover e percebe que não a mais nada a fazer e terá que aprender a viver sem o coração, sem o loco do príncipe que a resgatou pra o mundo real e sem a pessoa que amou de verdade, sem saber como trazer a vida pois seu coração estava podre junto o dele e tudo que ela lembra era como foi o momento de conto de fadas com ele e se arrepende em não ter deixado ele se aproximar e não ter dito toda a verdade desde inicio.

(Diego Candido)

Nenhum comentário:

Postar um comentário